Funcionários do Itaú lutam por valorização e pela Vida
quarta-feira, 27 de outubro de 2021.
A+
A-

Funcionários do Itaú lutam por valorização e pela Vida

04/10/2021


#QueVergonhaItaú. Essa foi a hashtag  usada nesta segunda-feira (04/10), Dia Nacional de Luta pela Valorização dos Trabalhadores do Itaú na mobilização promovida pelos sindicatos para denunciar a política perversa e desumana do Banco Itaú.

Além de participar das atividades nas redes sociais, como os demais Sindicatos, o  Sindicato dos Bancários de Mato Grosso (Seeb/MT) fez reunião e dialogou com os funcionários e clientes da Agência do Itaú, localizada na região do Porto, em Cuiabá.  “Objetivo é mostrar, que mesmo com a economia em crise econômica o Banco continua obtendo Lucro extraordinário, mesmo que isso seja a custo da exploração e sofrimento dos funcionários”, afirma o secretário de formação político-sindical, socioeconômica e de pesquisa do SEEB/MT e funcionário do Itaú, Natércio Correia Brito.

“Em plena pandemia, o Itaú lucrou R$ 12,941 bilhões no primeiro semestre de 2021. Para isso, implementou restruturações em agência e departamentos, sendo que as maiores foram o programa de remuneração Gera e o novo modelo de agência, chamado Itaú 2030, resultando em fechamentos de unidades, demissões, adoecimento, sobrecarga, desvios de função e assédio moral. O Itaú não tem responsabilidade social e é insensível ao apelo dos bancários, pois coloca o lucro acima de tudo. Lucra e demite!", avalia o diretor do Seeb/MT. 

Retorno Seguro

O Itaú quer promover o retorno do trabalho presencial dos trabalhadores com comorbidade, colocando em risco a vida dos funcionários e clientes. “Queremos negociar com o Banco o retorno seguro dos empregados que estão em home office ao trabalho presencial. As entidades estão aguardando resposta do banco sobre o protocolo de prevenção e segurança”, explica a secretária de assuntos de saúde e condições de trabalho do Seeb/MT e funcionária do Itaú, Italina Facchini.

 “Orientamos que o retorno seja somente após o trabalhador estar completamente imunizado, há pelo menos 14 dias. É de responsabilidade do banco o fornecimento de equipamentos de proteção individual, assim como a sanitização de agências e departamentos. Além disso, iremos acompanhar de perto este retorno, e qualquer problema deve ser denunciado. O sigilo é garantido”, orienta a secretária de assuntos de saúde e condições de trabalho do Seeb/MT, lembrando que nos trabalhadores/as que foram contaminados/as pelo Coronavirus e não abriram a Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT), devem procurar o Sindicato.  

 
 
Compartilhe


NOTÍCIAS RELACIONADAS

ITAÚ - 26/10/2021
Pioneirismo do Santander prejudica funcionários
ITAÚ - 26/10/2021
ITAÚ - Bancários do segmento de veículos aprovaram Acordo Coletivo para regulamentação de jornada extraordinária
ITAÚ - 04/10/2021
Funcionários do Itaú lutam por valorização e pela Vida
ITAÚ - 01/10/2021
Segunda 4 é Dia Nacional de Luta pela Valorização dos Trabalhadores do Itaú
ITAÚ - 29/09/2021
Bancários negociam protocolo de prevenção para retorno ao trabalho presencial no Itaú
Page 1 of 42 (209 items)Prev[1]234567404142Next