Conferência Nacional aprova plano de Luta Nacional
segunda-feira, 20 de setembro de 2021.
A+
A-

Conferência Nacional aprova plano de Luta Nacional

06/09/2021


Defesa da democracia é essencial para que categoria posa manter seus direitos e conquistas

Sob o tema “Vida é luta”, cerca de 1.200 pessoas, representantes dos mais diversos bancos do país, públicos e privados, participaram, por videoconferência, nesta sexta e sábado (03 e 04/09), da 23ª Conferência Nacional dos Bancários e Bancárias.

A 23ª Conferência Nacional aprovou o plano de lutas da categoria até 2022.

Segundo o presidente do Sindicato dos Bancários de Mato Grosso (Seeb/MT), Clodoaldo Barbosa, entre os principais pontos importantes debatidos, para para o ano que vem, foi a manutenção e a defesa da mesa única para as Negociações da nossa Convenção Coletiva de Trabalho Nacional.

“Mais uma vez os bancários e bancárias de todo o Brasil, realizaram uma grande Conferência, em plena pandemia, de forma virtual, demonstrando uma grande organização e disposição de mobilizar a categoria para enfrentar os desafios postos e buscar a defesa do interesse da categoria bancária, dos demais trabalhadores. E, além das questões especificas da nossa categoria, fazer a luta unificada com os demais trabalhadores em defesa das empresas públicas, dos bancos públicos, da manutenção dos direitos, da democracia e da Soberania Nacional”, aponta o presidente do Seeb/MT.

“Conseguimos reunir cerca de 1.200 pessoas em uma discussão necessária para a categoria bancária e para todo o país. Ficou claro nos debates que sem democracia não há PLR, vale refeição e alimentação ou convenção coletiva. A Conferência mostrou a necessidade do Fora Bolsonaro, porque o Brasil só vai retomar o rumo do desenvolvimento quando colocarmos no governo outra forma de governar, priorizando a distribuição de renda, da geração de empregos e do combate à miséria”, afirmou a presidenta da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), Juvandia Moreira, que também é coordenadora do Comando Nacional da categoria.

Plano de lutas

Na Conferência, delegadas e delegados avaliaram o plano de lutas, com 110 propostas de resolução aprovadas em bloco. Os destaques foram para as resoluções para manter negociações sobre teletrabalho com todos os bancos, buscando garantir e ampliar direitos; fortalecer as negociações na mesa de saúde; pela regulamentação do sistema financeiro, pela adesão no grito dos excluídos/7 de setembro, pela defesa dos bancos públicos, das empresas públicas e do serviço público, pela tributação dos super-ricos, por uma reforma tributária progressiva e que distribua renda e pelo Fora Bolsonaro.

Também foram aprovadas moções em bloco, com destaque para a moção de apoio a Rita Serrano, representantes dos empregados no conselho de administração da Caixa.

De Mato Grosso, além do presidente do Seeb/MT, participaram da Conferência: José Maria Guerra, João Luiz Dourado, Marcilio Silva de Lima, Luiz Edwiges Batista Filho,  Ana Lúcia Nobre Neves, Leonice Maria Pereira de Souza, Geisa Coronel Ramires, Jane Paula Rosa Palma e Italina Facchini. E, os representantes de Mato Grosso pela Fetec, Ayr José Cicero de Sá e Arilson da Silva.

Fonte - Seeb/mt com informações da Contraf-CUT

 
Compartilhe


NOTÍCIAS RELACIONADAS

SEEB EM AÇÃO - 16/09/2021
Funcionários do Itaú recebem PLR e PCR no dia 23
SEEB EM AÇÃO - 10/09/2021
Setembro Amarelo: Mês de Prevenção ao Suicídio. Saiba como ajudar ou procurar ajuda
SEEB EM AÇÃO - 06/09/2021
NOTA DE PESAR
SEEB EM AÇÃO - 06/09/2021
Conferência Nacional aprova plano de Luta Nacional
SEEB EM AÇÃO - 01/09/2021
Bancários realizam sua 23ª Conferência Nacional nesta sexta (3) e sábado (4)
Page 1 of 279 (1394 items)Prev[1]234567277278279Next